Você está prestes a entrar em um universo onde o tráfego pago no mercado imobiliário não é mais um mistério, mas uma ferramenta poderosa ao seu alcance. Se você já se questionou, “Como posso destacar meus imóveis e capturar mais leads?”, saiba que a solução está mais próxima do que imagina.

Neste post, vamos mergulhar profundamente nas táticas e estratégias que farão seus anúncios imobiliários não só serem vistos, mas efetivamente converterem. Você descobrirá:

🔑 A arte de conhecer sua persona: Compreenda como um conhecimento aprofundado do seu público-alvo pode revolucionar seus anúncios.

📈 Estratégias de tráfego pago específicas para imobiliárias: Desvende as técnicas específicas para o mercado imobiliário que irão colocar seus anúncios à frente dos concorrentes.

🚀 O Poder da inteligência artificial em anúncios: Veja como a IA está transformando a maneira como criamos e gerenciamos campanhas imobiliárias.

Curioso para saber como essas informações podem alavancar seus resultados? Cada seção deste post está carregada com dicas práticas e estratégias eficazes prontas para serem implementadas. Não perca a chance de transformar sua abordagem e começar a ver resultados tangíveis em suas campanhas publicitárias.

Prepare-se para desbloquear os segredos do sucesso em tráfego pago para o mercado imobiliário. A transformação começa aqui e agora.

1. Persona, funil de vendas e plataformas

Entendendo a persona e sua crucial importância para estratégias de marketing

Em um mundo cada vez mais conectado, entender e se conectar com seu público-alvo tornou-se uma exigência para as marcas que buscam sucesso em suas estratégias de marketing. Aqui entra um conceito fundamental para este entendimento: a persona. Mas, afinal, o que é persona e por que ela é tão importante?

O que é Persona?

A persona é uma representação semi-fictícia do seu cliente ideal, baseada em dados reais e pesquisas sobre seus clientes existentes. Ao contrário dos segmentos de público tradicionais, que podem focar em dados demográficos gerais, a persona se aprofunda nas características, hábitos, interesses, dores, desafios, objetivos e particularidades que definem um perfil específico de cliente.

Por exemplo, em vez de dizer “homens de 25 a 35 anos que gostam de esportes”, uma persona seria algo como “João, 28 anos, publicitário, apaixonado por futebol, busca formas de praticar esportes nos finais de semana, enfrenta o desafio de conciliar sua rotina corrida com momentos de lazer e utiliza aplicativos e redes sociais para se informar sobre novidades esportivas”.

Qual a importância da persona?

  1. Compreensão profunda do público: Ao criar uma persona, você obtém uma compreensão mais profunda e empática do seu público. Você não está apenas olhando números, mas sim uma representação humana do seu cliente.
  2. Mensagens personalizadas: Ao entender quem é sua persona, fica mais fácil criar mensagens e conteúdos que ressoam diretamente com ela, aumentando a chance de engajamento e conversão.
  3. Foco na estratégia: Com uma persona bem definida, você pode concentrar seus esforços e recursos em estratégias que realmente se alinham com os interesses e necessidades do seu público.
  4. Desenvolvimento de produtos e serviços: Ao compreender as dores e desejos da sua persona, sua empresa pode adaptar ou criar produtos e serviços que atendam diretamente a essas necessidades.
  5. Relacionamento estreito com o cliente: Quando você fala a língua do seu cliente e oferece soluções alinhadas às suas expectativas, a relação entre marca e consumidor se fortalece.

Em resumo, a persona serve como uma bússola norteadora para as estratégias de marketing, vendas e desenvolvimento de produtos. Em um mercado saturado, entender e atender às especificidades do seu público pode ser o diferencial que destaca sua marca da concorrência.

Portanto, ao planejar sua próxima campanha ou ao revisitar sua estratégia de marketing, considere se você realmente conhece sua persona. Lembre-se: entender profundamente quem é seu cliente ideal é o primeiro passo para conquistá-lo!

Como coletar dados para criar a persona

A criação de uma persona eficaz demanda uma coleta de dados aprofundada, que possa fornecer insights reais sobre o cliente ideal de uma empresa. Várias ferramentas e métodos podem ser utilizados para essa coleta. Abaixo, listo algumas das principais formas:

Formulários online

Google Forms: Uma ferramenta gratuita que permite criar questionários e formulários personalizados. Acesse aqui.
Typeform: Oferece uma experiência mais interativa, com design atraente e opções de personalização. Acesse aqui.
SurveyMonkey: Permite criar pesquisas online detalhadas e oferece recursos analíticos. Acesse aqui.

Pesquisas presenciais

Entrevistas face a face permitem uma compreensão mais profunda e são ideais para coletar informações qualitativas. Grupos focais podem ser úteis para discutir percepções, opiniões, crenças e atitudes sobre um produto ou serviço.

Ligações telefônicas

Podem ser usadas para entrevistas mais detalhadas ou para pesquisas rápidas. O contato direto por telefone permite a coleta de respostas imediatas e esclarecimento de dúvidas.

WhatsApp

Muito utilizado devido à sua popularidade. Pode ser útil para pesquisas rápidas, envio de questionários ou até mesmo para entrevistas.

Redes sociais

Enquetes no Instagram ou Facebook: São úteis para coletar feedback rápido e entender as preferências do público. Análise de comentários, likes e compartilhamentos também pode fornecer insights sobre interesses e comportamentos.

Ferramentas de analytics

Google Analytics: Fornece informações sobre os visitantes do seu site, como demografia, comportamento e interesses. Acesse aqui.
Hotjar: Oferece mapas de calor e gravações de sessão para entender como os usuários interagem com seu site. Acesse aqui.

E-mails

Pesquisas por e-mail podem alcançar uma ampla base de clientes e oferecer respostas detalhadas. Plataformas como Mailchimp e Brevo (antiga SendinBlue) podem ajudar a segmentar a audiência e personalizar o envio de questionários.

Análise de feedback de clientes

Revisões online, comentários em blogs e feedbacks em plataformas de venda podem ser fontes ricas de informações.

CRM (Customer Relationship Management)

Ferramentas como Salesforce, HubSpot, Mautic e Zoho CRM podem fornecer dados valiosos sobre o comportamento e preferências dos clientes.

Eventos e feiras

Coleta de feedback e informações diretamente de potenciais clientes em um ambiente mais informal.

Aprenda a criar anúncios que potencializam as vendas de seus imóveis com MetaAds e Inteligência Artificial.

Como estruturar um formulário de pesquisa para criar a persona de uma imobiliária

Entender profundamente seu público-alvo no marketing imobiliário é essencial. A persona, ou representação fictícia do seu cliente ideal, é uma ferramenta poderosa para este entendimento. Para criá-la com precisão, é indispensável coletar dados relevantes. Um formulário de pesquisa é uma excelente estratégia para tal. Abaixo, veja como estruturar este formulário, considerando dores, sonhos, desejos e possíveis objeções dos seus clientes.

Dados demográficos

Inicie com informações básicas sobre seu público.

  • Nome (opcional)
  • Idade
  • Gênero
  • Estado civil
  • Possui filhos? Quantos?
  • Profissão e faixa salarial

Interesses e estilo de vida

Entenda o estilo de vida e aspirações dos seus clientes.

  • Quais são seus hobbies e atividades de lazer?
  • Como descreveria sua rotina diária?
  • Quais são seus maiores sonhos e desejos para os próximos 5 anos?
  • Em quais redes sociais você passa mais tempo?

Dores e experiência imobiliária

Entender as dores anteriores pode ajudar a melhorar a experiência atual.

  • Já comprou um imóvel antes?
  • Se sim, quais foram as maiores dificuldades ou frustrações naquele processo?
  • Quais objeções ou preocupações você tem ao pensar em comprar um imóvel agora?
  • O que mais valoriza em um corretor de imóveis?

Preferências de moradia e desejos

Vá além das perguntas técnicas e descubra o que realmente motiva a busca do cliente.

  • Prefere casa ou apartamento? Por quê?
  • Qual seria a casa ou apartamento dos seus sonhos?
  • Quão importante é ter áreas de lazer como piscina ou academia?
  • Qual a importância de uma vizinhança amigável ou comunitária para você?

Localização, mobilidade e objeções

Localização é crucial, mas as razões por trás da escolha podem revelar objeções.

  • Em quais bairros gostaria de morar? Por quê?
  • Qual a importância de estar perto de trabalho ou escola?
  • O que te faria desconsiderar um bairro ou região específica ao buscar um imóvel?
  • Possui carro ou utiliza transporte público?

Intenções, expectativas e medos

Compreenda as motivações, mas também as possíveis barreiras.

  • Qual é o principal motivo para a compra do imóvel?
  • Quais são suas maiores preocupações sobre o processo de compra?
  • Há algo que o impediria de finalizar uma compra, mesmo encontrando o imóvel perfeito?

Ao concluir, sempre agradeça a participação e assegure que as informações serão utilizadas para aprimorar o atendimento. Garanta que a privacidade dos dados será respeitada.

A riqueza de detalhes que este formulário proporciona permitirá à imobiliária ou corretora uma visão clara do perfil, anseios, medos e objeções do seu cliente, otimizando toda a estratégia de marketing e vendas.

Como as informações coletadas potencializam a comunicação e conversão de leads no mercado imobiliário

A coleta de dados relevantes é fundamental para uma estratégia de marketing e vendas eficaz. Cada conjunto de informações desempenha um papel crucial na otimização da comunicação e na maximização da conversão. Vejamos como cada tema de coleta pode ser instrumentalizado no mercado imobiliário:

Dados demográficos

  • Aplicação: Direcionam os anúncios para o público-alvo correto.
  • Benefício: Ao conhecer a faixa etária, gênero, estado civil e faixa salarial dos potenciais clientes, as campanhas publicitárias podem ser segmentadas para alcançar quem realmente tem interesse nos imóveis oferecidos, otimizando o ROI (Retorno Sobre Investimento).

Interesses e estilo de vida

  • Aplicação: Personalização do conteúdo e das ofertas.
  • Benefício: Conhecendo os hobbies, rotinas e aspirações dos leads, é possível oferecer propriedades que realmente se alinham ao seu estilo de vida. Esse alinhamento gera anúncios mais impactantes e cativantes.

Dores e experiência imobiliária

  • Aplicação: Aprimoramento do atendimento e superação de objeções.
  • Benefício: Ao entender as frustrações passadas e objeções atuais, os corretores podem se antecipar às preocupações dos clientes, abordando-as proativamente e oferecendo soluções.

Preferências de moradia e desejos

  • Aplicação: Apresentação de propriedades alinhadas às expectativas.
  • Benefício: Ao conhecer detalhadamente o que o cliente busca, é possível apresentar imóveis que não apenas atendam, mas também encantem. Isso reduz o ciclo de vendas e melhora a satisfação do cliente.

Localização, mobilidade e objeções

  • Aplicação: Seleção precisa de imóveis em regiões ideais.
  • Benefício: Conhecendo as preferências de localização e possíveis barreiras, os corretores podem focar em propriedades que realmente se encaixam nas necessidades de mobilidade e conveniência dos clientes.

Intenções, expectativas e medos

  • Aplicação: Comunicação direcionada em anúncios, vídeos de venda, landing pages e abordagem direta.
  • Benefício: Ao abordar os sonhos, desejos, medos e objeções dos clientes de maneira clara e empática, cria-se uma conexão mais profunda. Isso gera confiança, tornando mais fácil superar objeções e levar o cliente ao fechamento do negócio.

Em suma, coletar e analisar dados com precisão é mais do que uma tarefa técnica: é a ponte entre a empresa e seus clientes. O direcionamento correto dessas informações define o sucesso da comunicação, a satisfação do cliente e, consequentemente, o sucesso das vendas no mercado imobiliário.

Exemplo de persona criada

Abaixo, você encontrará um exemplo prático da construção de uma persona baseada na coleta acertada de dados. Este exemplo demonstrará o nível de detalhamento e a riqueza de informações que podem ser obtidas, mostrando como tais insights podem transformar o modo como nos relacionamos com nossos clientes.

Persona: Luiza, A Jovem Profissional

Dados demográficos:

    • Idade: 28 anos
    • Gênero: Feminino
    • Estado Civil: Solteira
    • Filhos: Não tem
    • Profissão: Designer Gráfica
    • Faixa Salarial: R$5.000 – R$7.000 mensais

Interesses e estilo de vida:

    • Hobbies: Pratica yoga, gosta de visitar galerias de arte e adora cozinhar para os amigos nos finais de semana.
    • Rotina: Trabalha em uma agência no centro da cidade, mas atualmente também adota o home office duas vezes por semana. Costuma frequentar cafés com espaço coworking.
    • Sonhos: Deseja fazer uma pós-graduação no exterior e abrir seu próprio estúdio de design.

Dores e Experiência imobiliária:

    • Nunca comprou um imóvel, mas já alugou e sentiu dificuldades com proprietários inflexíveis.
    • Tem receio de se comprometer com um financiamento de longo prazo.

Preferências de moradia:

    • Busca por apartamentos, pois gosta da sensação de segurança e das comodidades de um condomínio.
    • Precisa de um espaço extra para transformar em home office.
    • Valoriza muito a luz natural e um espaço para cultivar suas plantas.

Localização e mobilidade:

    • Prefere bairros mais tranquilos, mas com fácil acesso ao centro.
    • Não possui carro, por isso, a proximidade ao metrô ou outras formas de transporte público é essencial.

Intenções e medos:

    • Pretende comprar seu primeiro imóvel nos próximos dois anos.
    • Tem receio de não conseguir negociar um bom valor de entrada ou encontrar um imóvel que realmente a encante e atenda às suas necessidades.

Através desta persona, “Luiza”, podemos entender e antecipar as necessidades e objeções de um segmento significativo de nosso público. Assim, fica mais fácil direcionar anúncios, adaptar a abordagem de vendas e, no fim, conquistar o coração de nossos clientes.

A arte da comunicação através da persona

Quando temos clareza sobre quem queremos alcançar, nossa abordagem se torna mais precisa, cativante e, consequentemente, bem-sucedida. Para ilustrar essa dinâmica, apresentamos a seguir duas versões de anúncios: a primeira, formulada sem a orientação de uma persona específica, e a segunda, criada com base em um estudo detalhado de persona. A diferença? A ressonância da mensagem com o público-alvo. Mergulhe nestes exemplos e perceba a transformação que o entendimento profundo de uma persona pode trazer para sua estratégia de marketing.

Anúncio para venda de apartamentos

Sem estudo de persona: “Compre seu novo apartamento agora! Excelente localização e ótimo preço.”

Com estudo de persona (usando o perfil da “Luiza”): “Desfrute da tranquilidade de um bairro com fácil acesso ao centro. Nosso residencial é perfeito para profissionais modernos: luz natural abundante, espaço para home office e próximo ao metrô. Sinta-se em casa”

Anúncio para opções de financiamento

Sem estudo de persona: “Opções de financiamento flexíveis disponíveis! Realize o sonho da casa própria.”

Com estudo de persona (usando o perfil da “Luiza”): “Conquiste seu primeiro imóvel sem o medo de longos financiamentos. Planos pensados para jovens profissionais que desejam flexibilidade e segurança ao dar esse importante passo.”

Anúncio para Day Open House

Sem estudo de persona: “Venha para nosso Open House! Conheça os melhores imóveis da cidade.”

Com estudo de persona (usando o perfil da “Luiza”): “Para amantes da arte, do design, de tecnologia e da vida urbana: nosso Open House é para você! Encontre um espaço que ressoa com sua paixão pela vida e carreira. Acompanhe-nos neste sábado e descubra o lugar onde sua criatividade florescerá.”

///

Estes exemplos evidenciam a diferença notável entre uma comunicação genérica e uma que é cuidadosamente elaborada a partir do entendimento profundo de uma persona. Enquanto a primeira soa impessoal, a segunda cria uma conexão direta e significativa, tornando o anúncio mais impactante e eficaz.

A transformação da experiência de visita do imóvel com o poder da persona

No universo imobiliário, a primeira visita a um imóvel é um momento crucial na jornada de decisão de um cliente. O corretor tem a oportunidade única de apresentar o imóvel não apenas como um espaço físico, mas como um futuro lar. A forma como essa apresentação é conduzida pode ser a diferença entre uma venda bem-sucedida e uma oportunidade perdida. Para exemplificar a profundidade deste impacto, exploramos duas abordagens distintas de visita ao imóvel: a primeira sem considerar uma persona específica e a segunda moldada em torno da persona de Luiza, nossa jovem profissional em busca do imóvel ideal. Estes exemplos ilustram como a compreensão profunda do cliente pode transformar o modo como ele percebe e interage com o imóvel apresentado.

Visita a um Imóvel: A diferença da abordagem com e sem persona

1. Abordagem sem persona definida:

O corretor abre a porta do imóvel e convida Luiza a entrar.

Corretor: “Bem, aqui temos o living.” (Luiza olha ao redor) Corretor, caminhando para o próximo ambiente: “Esse é o quarto principal.” (Luiza segue, observando brevemente) Corretor, abrindo outra porta: “E esta é a cozinha.” (Luiza assente, sem expressar muito interesse)

A visita continua nesse ritmo, com o corretor apenas identificando os cômodos sem oferecer informações adicionais ou realçar características específicas do imóvel.

2. Abordagem com persona definida (considerando o perfil da Luiza):

O corretor abre a porta do imóvel com um sorriso e acena para Luiza entrar.

Corretor: “Repare na luminosidade deste living, Luiza. Imagine-se aqui, depois de um dia de trabalho, desfrutando dessa luz natural e talvez praticando um pouco de yoga ou meditação.” (Luiza sorri e imagina a cena, sentindo o espaço) Corretor, conduzindo-a ao próximo ambiente: “Este quarto tem espaço suficiente para ser transformado em seu local de trabalho. Com sua profissão, ter um espaço inspirador para design é crucial. E, claro, com a conveniência do home office nos dias em que preferir não ir à agência.” (Luiza parece animada, já visualizando seu escritório dos sonhos) Corretor, mostrando a cozinha: “Uma cozinha espaçosa e moderna. Perfeita para preparar aqueles jantares para os amigos no fim de semana. Imagine as memórias que pode criar aqui!” (Luiza já parece mais conectada com o imóvel, visualizando seu futuro nele)

///

Nestes exemplos, percebemos a diferença palpável entre uma abordagem genérica e uma personalizada. A compreensão da persona permite ao corretor realçar os aspectos do imóvel que são mais prováveis de ressoar com os desejos e necessidades da Luiza, tornando a visita muito mais envolvente e persuasiva.

Conclusão

A eficácia de qualquer estratégia de marketing ou venda no universo imobiliário depende fundamentalmente da nossa capacidade de entender, conectar e comunicar com nosso público. A construção e utilização de personas, como exemplificado com nossa “Luiza”, não é apenas um exercício criativo, mas uma ferramenta estratégica que oferece um caminho claro para essa conexão. Ao nos permitir visualizar e compreender as motivações, desejos e objeções de nossos clientes, a persona nos guia na criação de mensagens, abordagens e experiências que ressoam autenticamente. Em última análise, trabalhar com personas é um investimento na humanização de nossas interações comerciais, estabelecendo relações de confiança e facilitando o caminho para decisões assertivas e bem-sucedidas.

2. Objetivos de Campanhas, estrutura e públicos

Objetivos seguindo o funil

A escolha correta dos objetivos de campanha no Facebook Ads é fundamental para corretores e imobiliárias que desejam otimizar seus resultados. Ao segmentar seus anúncios conforme o estágio do funil de vendas em que seu público-alvo se encontra, você pode guiar os potenciais clientes em sua jornada de decisão de forma mais eficaz. Vamos explorar os objetivos de campanha distribuídos pelos estágios do funil:

Topo do Funil (Consciência):

  • Reconhecimento da marca: Apresente sua marca a novos públicos. Ideal para corretores iniciantes ou imobiliárias novas no mercado.
  • Alcance: Obtenha visibilidade máxima, especialmente útil para promover novos empreendimentos em uma região.
  • Visualizações de vídeo: Use vídeos educativos ou de apresentação, como uma introdução ao mercado local ou dicas para primeiros compradores.

Meio do funil (Consideração):

  • Tráfego: Direcione pessoas ao seu site para explorar listagens de propriedades ou ler conteúdos relevantes.
  • Envolvimento: Aumente a interação com seus posts, seja para promover um evento de “portas abertas” ou um webinar sobre tendências de mercado.
  • Geração de cadastros: Colete informações de potenciais clientes. Pense em oferecer um e-book sobre o processo de compra de imóveis em troca do cadastro ou um Workshop (Saia do aluguel), por exemplo.

Fundo do funil (Decisão):

  • Engajamento/ Mensagens: Facilite a comunicação direta. Ideal para responder dúvidas específicas ou agendar uma visita ao imóvel. Leva os usuários para WhatsApp (Apenas se escolher o Engajamento), Direct do Instagram ou Messenger.
  • Cadastros / Mensagens: Facilite a comunicação direta. Ideal para responder dúvidas específicas ou agendar uma visita ao imóvel. Leva os usuários para Direct do Instagram ou Messenger.
  • Cadastros / Form do Meta: Otimiza para preenchimento de um formulário dentro do próprio Facebook. Não precisa do site.
  • Cadastros / Conversões: Otimize para ações valiosas, como solicitações de visita ou preenchimento de formulários de contato. Precisa do Pixel instalado no site.

Conhecer e alinhar os objetivos do Facebook Ads com os estágios do funil de vendas é essencial para criar campanhas mais eficazes. Ao conduzir seus leads de forma estratégica através do funil, você estará otimizando sua abordagem e maximizando suas oportunidades de conversão!

Dica: Eu gravei uma aula sobre criação de campanhas para WhatsApp. Assista abaixo!

Estrutura de campanhas

O MetaAds, anteriormente conhecido como Facebook Ads, é uma poderosa ferramenta de publicidade que permite aos profissionais de marketing atingir públicos específicos de maneira eficaz. Para garantir o sucesso de suas campanhas publicitárias, é crucial compreender a estrutura hierárquica das campanhas, dos conjuntos e dos anúncios. A seguir, uma visão detalhada de cada etapa:

Campanha

No nível da campanha, você define o principal objetivo da sua campanha publicitária. É aqui que a primeira decisão é tomada.

  • Objetivo da campanha: Escolha entre uma variedade de objetivos, como reconhecimento de marca, consideração ou conversão, dependendo do que você quer alcançar.
  • Orçamento: Decida quanto você deseja gastar. Você pode optar por um orçamento diário (gasto máximo por dia) ou por um orçamento vitalício (gasto total ao longo da duração da campanha).
  • Otimização do orçamento de campanha (OBC): Quando ativado, o MetaAds distribuirá automaticamente seu orçamento entre os conjuntos de anúncios para obter os melhores resultados.

Conjunto

O nível do conjunto de anúncios oferece uma série de configurações específicas, determinando a quem, onde e como seus anúncios serão mostrados.

  • Público: Defina quem verá seus anúncios. Você pode segmentar por localização, idade, gênero, interesses, comportamentos e muito mais. Também pode criar públicos personalizados ou semelhantes.
  • Conversões: Se você escolheu a conversão como seu objetivo, aqui é onde você especifica a ação de conversão desejada (por exemplo, compra, inscrição).
  • Eventos de otimização: Escolha o evento (por exemplo, visualizações de vídeo, cliques no link) que o MetaAds usará como referência para otimizar a entrega do seu anúncio.
  • Posicionamentos: Escolha onde seus anúncios serão mostrados. Isso inclui a família de aplicativos do Meta (Facebook, Instagram, Messenger, Audience Network) e as respectivas localizações dentro desses aplicativos (feed, stories, in-article, etc.).
  • Programação: Especifique os dias e horários em que deseja que seus anúncios sejam exibidos.

Anúncio

Neste nível, você se concentra no próprio conteúdo do anúncio – o que as pessoas realmente verão em seus feeds ou stories.

  • Formato do anúncio: Escolha entre vários formatos, como imagem única, vídeo, carrossel, coleção ou anúncios em tela cheia.
  • Criativos: Carregue suas imagens, vídeos ou outros elementos visuais.
  • Copy: Escreva o texto que acompanhará seu anúncio. Isso inclui o título, a descrição e o CTA (chamada para ação).
  • URL de destino: Adicione o link para onde você deseja direcionar as pessoas quando clicarem no seu anúncio.

A estruturação eficaz de sua campanha no MetaAds, respeitando esta hierarquia, garantirá que você alcance seus objetivos de marketing de maneira eficiente e eficaz. Comece com uma visão clara no nível da campanha, refine sua segmentação e posicionamentos no nível do conjunto e finalize com um anúncio atraente e envolvente. Boa sorte!

Dica: Nesta aula abaixo, eu mostro as diferenças entre os objetivos de campanha no Meta Ads. Assista!

Públicos

Elevando o marketing imobiliário: Plataformas de tráfego pago e estratégias para corretores e imobiliárias

Em um mercado tão dinâmico e competitivo como o imobiliário, estar presente no digital é uma necessidade. Mais do que isso, é preciso saber como se destacar. As plataformas de tráfego pago têm se mostrado ferramentas poderosas nesse sentido. Cada uma delas, com suas características, oferece diferentes possibilidades para corretores e imobiliárias. Vamos explorar algumas delas:

MetaAds (Facebook e Instagram Ads)

  • Estratégia: Utilizar a segmentação refinada da plataforma para atingir potenciais clientes com base em localização, interesses e comportamento.
  • Exemplo de fluxo: Anúncio de um lançamento imobiliário > Página de captura no site > Formulário de interesse > Geração de lead.
  • Outra possibilidade: Anúncio com Formulário Instantâneo do Facebook > Coleta de lead diretamente na plataforma.
  • Outra possibilidade: Anúncio  > WhatsApp

Google Ads

  • Estratégia: Criar campanhas de pesquisa para aparecer quando usuários buscarem por termos relacionados a imóveis na região de atuação. Além disso, explorar o Google Display para mostrar anúncios gráficos em sites relevantes.
  • Exemplo de fluxo: Anúncio de texto quando alguém busca “apartamentos em [cidade]” > Landing page específica > Formulário de consulta > Geração de lead.

LinkedIn Ads

  • Estratégia: Direcionar campanhas para profissionais e empresas, especialmente se a imobiliária trabalha com propriedades comerciais ou de alto padrão.
  • Exemplo de fluxo: Anúncio de um imóvel de luxo ou espaço comercial > Artigo no blog detalhando o imóvel > Formulário de interesse > Geração de lead.

YouTube Ads

  • Estratégia: Utilizar vídeos para mostrar imóveis, proporcionando um tour virtual que engaje o espectador.
  • Exemplo de fluxo: Vídeo-anúncio mostrando o interior de um imóvel > Call-to-action para visitar o site > Página do imóvel com mais detalhes e opção de agendamento de visita > Conversão em cliente interessado.

TikTok Ads

  • Estratégia: Criar conteúdo visual atrativo, aproveitando a natureza espontânea e criativa da plataforma. Ideal para atingir um público mais jovem.
  • Exemplo de fluxo: Vídeo criativo mostrando os destaques de um imóvel > Swipe-up para o WhatsApp/Direct > Conversa direta com o potencial cliente.

Conclusão

A jornada do cliente no universo digital é marcada por vários pontos de contato. Cada plataforma de tráfego pago oferece oportunidades distintas para alcançar, engajar e converter seu público-alvo. Corretores e imobiliárias que souberem explorar essas ferramentas, adaptando suas estratégias às particularidades de cada uma, estarão um passo à frente na corrida pela atenção e preferência dos clientes.

Funil de vendas e jornada do cliente

Antes de nos aprofundarmos nas estratégias para cada plataforma de anúncio, é vital entendermos o conceito de “funil de vendas” e “jornada do cliente”. O funil de vendas é uma representação gráfica da trajetória que o cliente percorre desde o primeiro contato com a marca até a realização de uma compra (e até mesmo após a compra). Essa trajetória é dividida em etapas, representando diferentes momentos da decisão de compra:

Topo do funil (Consciência): O cliente se dá conta de uma necessidade ou problema, mas ainda não sabe muito bem como resolvê-lo. Nesta fase, ele está buscando mais informações e entendimento sobre sua situação.

Meio do funil (Consideração): Aqui, o cliente já identificou seu problema e começa a pesquisar soluções possíveis. Ele avalia as diferentes opções disponíveis no mercado, ponderando qual é a melhor para sua necessidade.

Fundo do funil (Decisão): Este é o momento crucial onde o cliente já escolheu uma solução e está prestes a tomar a decisão de compra.

Compreendendo essa jornada, as empresas podem criar estratégias de marketing e vendas mais alinhadas às necessidades e comportamentos dos clientes em cada etapa, aumentando significativamente as chances de sucesso nas conversões.

Dica: Eu gravei uma aula sobre funil de vendas que vai esclarecer tudo que você precisa saber sobre. Assista abaixo!

Funil de vendas e plataformas de anúncios

Compreender a jornada do cliente é fundamental para elaborar estratégias de anúncio certeiras. Cada cliente está em um estágio diferente do processo de compra, identificado pelas etapas do funil de vendas: topo (consciência), meio (consideração) e fundo (decisão). Cada plataforma de tráfego pago tem sua força particular em uma etapa específica dessa jornada.

Google Ads, por exemplo, é uma ferramenta que capitaliza sobre a intenção direta do usuário. Quando alguém pesquisa “comprar apartamento em São Paulo”, essa pessoa já demonstra uma intenção clara e, muitas vezes, está no fundo do funil. Comprando palavras-chave de fundo de funil no Google Ads, atingimos esses potenciais compradores em um momento crucial.

MetaAds (antigo Facebook Ads) é mais orientado para a captação de atenção. Embora anúncios de ação direta sejam efetivos, é também uma excelente ferramenta para nutrir potenciais clientes. Imagine usar vídeos elucidativos sobre como financiar um imóvel, os aspectos a considerar ao comprar um imóvel ou dicas para aquisições em diferentes faixas de preço. Esses conteúdos atendem usuários nas fases iniciais da jornada.

YouTube Ads é perfeito para narrativas visuais. Anúncios em vídeo podem educar potenciais clientes sobre o mercado imobiliário, com tours virtuais, depoimentos de clientes ou análises detalhadas de propriedades. Ao alinhar o conteúdo do vídeo com a fase da jornada do cliente, os corretores podem estabelecer confiança e autoridade.

TikTok Ads, sendo uma plataforma mais jovem e dinâmica, é excelente para conteúdo de engajamento e tendências, como desafios relacionados a imóveis ou tours rápidos e estilizados de propriedades. Estes podem atrair a geração mais jovem que está apenas começando a pensar em investir em imóveis.

LinkedIn Ads, por outro lado, é voltado para um público mais profissional. Anúncios aqui podem se concentrar em propriedades de alto padrão ou em investimentos imobiliários, direcionando-se a profissionais que buscam oportunidades de investimento, empreendimentos corporativos como salas comerciais ou residências de luxo.

Desta forma, ao escolher a plataforma de anúncio, é crucial considerar em que etapa da jornada do cliente você quer atuar e, assim, garantir uma comunicação assertiva e eficaz.

No universo imobiliário, conhecer seu público é a chave para conectar-se de forma eficaz e conduzir leads à conversão. O MetaAds oferece ferramentas de segmentação robustas que, quando bem aplicadas, podem significar a diferença entre um anúncio bem-sucedido e um que simplesmente se perde no feed.

Prospecção: Comece identificando um novo público que possa estar interessado em suas ofertas imobiliárias, mas que ainda não conhece sua marca. Aqui, você está se introduzindo a potenciais clientes.

Interesses e demografias: Segmentação por interesse pode incluir categorias como “Zap imóveis”, “Casa (imóveis)”,  “Apartamento (imóveis)” ou “Decoração”, limitando aos interesses de imóveis. Combine isso com dados demográficos, como faixa etária ou localização geográfica, para refinar ainda mais seu público-alvo.

Comportamentos: Foque em usuários que, por exemplo, recentemente se mudaram ou que procuram ativamente por imóveis. Isso pode indicar pessoas em transição, que estão no processo de comprar ou alugar.

Exclusões: É vital excluir segmentos que não se alinham à sua oferta. Por exemplo, se você está vendendo propriedades de luxo, pode querer excluir usuários cujos interesses se alinham a aluguel de curto prazo ou propriedades mais acessíveis.

Remarketing: Esta é a ferramenta de ouro. Ao focar em usuários que já interagiram com seu site, aplicativo ou anúncios anteriores, você está atingindo aqueles que já demonstraram algum nível de interesse. No ramo imobiliário, essa estratégia pode reengajar alguém que visitou uma listagem específica em seu site mas não entrou em contato.

Remarketing dinâmico de catálogo: Elevando o remarketing a um novo nível, esta abordagem permite mostrar automaticamente anúncios de propriedades específicas a pessoas que as visitaram anteriormente. Se alguém demonstrou interesse por um apartamento de três quartos em uma área específica, por exemplo, o remarketing dinâmico pode automaticamente mostrar-lhes anúncios de propriedades semelhantes disponíveis.

Dica: Nesta aula abaixo, eu mostro como é possível segmentar públicos para o mercado de seguros e imobiliário. Assista agora!

Conclusão

A habilidade de segmentar e resegmentar seu público é uma vantagem inestimável que o MetaAds oferece ao mercado imobiliário. Ao combinar as diferentes ferramentas de segmentação, corretores e imobiliárias podem alcançar os clientes certos com a mensagem certa no momento certo, maximizando suas chances de conversão e ROI.

3. Criativos, anúncios e inteligência artificial

Vivemos em uma era onde as fronteiras entre o homem e a máquina estão se tornando cada vez mais tênues. A inteligência artificial (IA) é o epicentro dessa transformação, redefinindo o modo como vivemos, trabalhamos e interagimos com o mundo ao nosso redor. Mas, o que exatamente é essa força disruptiva? A inteligência artificial refere-se à simulação de processos de inteligência humana por sistemas de máquinas, principalmente sistemas informáticos. Esses processos incluem aprendizado, raciocínio e autonotização. Assim, a IA não é apenas um conjunto de algoritmos ou códigos; é a combinação do poder da computação com o potencial da aprendizagem e adaptação. Ao embarcarmos nesta jornada de descoberta da IA, prepararemos o caminho para um futuro mais eficiente, inovador e, acima de tudo, repleto de possibilidades inimagináveis.

A IA para o Marketing Digital

Ao analisar vastas quantidades de informações em tempo real, a IA permite uma compreensão mais profunda do comportamento do consumidor, otimizando a criação de personas com detalhes intricados e maior precisão. Adicionalmente, a automação impulsionada por IA pode personalizar anúncios em grande escala, adaptando mensagens para diferentes segmentos de público de maneira quase instantânea. Esta personalização conduzida por algoritmos não só melhora a relevância e eficácia das campanhas publicitárias, como também garante uma experiência mais envolvente e significativa para o consumidor, maximizando o retorno sobre o investimento em marketing.

ChatGPT: Seu parceiro na criação de copys para anúncios incríveis

Nos últimos anos, a inteligência artificial tem revolucionado diversas áreas, e o Marketing Digital não é exceção. Entre as ferramentas que surgiram, destaca-se o ChatGPT, uma maravilha da OpenAI projetada para auxiliar na geração de texto. Se você busca criar anúncios envolventes e de alta conversão, este pode ser seu aliado.

As Versões: ChatGPT-3 vs. ChatGPT-4

ChatGPT-3 foi um marco em sua época. Com 175 bilhões de parâmetros, ofereceu aos usuários a capacidade de gerar textos mais coerentes e contextuais do que qualquer versão anterior. Foi amplamente usado para criar conteúdo, responder perguntas e até mesmo programação.

No entanto, ChatGPT-4 elevou o padrão. Com um modelo ainda maior e mais refinado, proporcionou uma compreensão contextual mais profunda, resultando em respostas mais precisas e humanas. Além disso, seu treinamento abrangente permitiu lidar com uma variedade ainda maior de tópicos e nuances.

Anúncios envolventes com ChatGPT

Para ilustrar a potência do ChatGPT na criação de anúncios, vamos usar a persona que definimos anteriormente: Luiza, uma jovem profissional buscando um apartamento no centro da cidade, que valoriza segurança, comodidades modernas e quer ficar perto do trabalho.

Prompt no ChatGPT-3:

“Crie um anúncio imobiliário direcionado para uma jovem profissional chamada Luiza que procura um apartamento seguro e moderno no centro da cidade.”

Resposta possível:

“Atenção, Luiza! Descubra o apartamento dos seus sonhos no coração da cidade. Segurança 24h e comodidades modernas esperam por você. Dê um upgrade na sua vida profissional morando perto do trabalho!”

Prompt no ChatGPT-4:

“Desenvolva um anúncio envolvente para Luiza, uma jovem profissional que deseja morar no centro, valorizando segurança, comodidades modernas e proximidade ao local de trabalho.”

Resposta possível:

“Luiza, seu novo começo está aqui! No centro da cidade, apresentamos um refúgio seguro, repleto de comodidades contemporâneas. Reduza seu tempo de deslocamento e viva o equilíbrio perfeito entre trabalho e lazer. Bem-vinda ao seu novo lar!”

A precisão e contextualização de ChatGPT-4 é evidente, tornando os anúncios mais personalizados e assertivos.

Conclusão

O ChatGPT é mais do que apenas uma ferramenta de geração de texto; é uma revolução no Marketing Digital. Ao entender sua persona, como a Luiza, e combinar essa compreensão com a potência do ChatGPT, os anúncios se tornam não apenas informativos, mas verdadeiramente envolventes e eficazes.

Dica: Eu possuo uma aula de mentoria onde abordei amplamente tudo sobre criativos e inteligência artificial. Assista abaixo.

A imagem que vende: A importância da qualidade visual na apresentação de imóveis

No mercado imobiliário, muitas vezes a primeira impressão é a única chance de causar um impacto duradouro. Na era digital, onde a maioria das interações iniciais com propriedades ocorre online, a qualidade das fotos e vídeos torna-se não apenas desejável, mas essencial. Aqui, exploraremos a relevância da excelência visual e o papel dos equipamentos de ponta na apresentação de imóveis.

O Valor da primeira impressão

Antes de um potencial comprador visitar um imóvel, ele frequentemente o “visita” online. Fotos nítidas e vídeos de alta resolução podem transportar o espectador para o espaço, fazendo-o sentir como se já estivesse lá. Investir em qualidade visual é investir na experiência do cliente, proporcionando uma visão clara e atraente do que está sendo oferecido.

iPhones para fotografias e vídeos profissionais

Os avanços na tecnologia dos smartphones, especialmente nas últimas versões do iPhone, deram um salto significativo na captura de imagens. Equipados com lentes avançadas e capacidades inovadoras de processamento de imagem, os iPhones são capazes de produzir fotografias detalhadas e vídeos em 4K que rivalizam com câmeras profissionais. Além disso, recursos como modo retrato, estabilização óptica de imagem e a capacidade de gravar em diferentes formatos oferecem aos corretores flexibilidade para criar conteúdos visuais envolventes. Assim, esses smartphones se tornam aliados poderosos para corretores que buscam a qualidade visual de um profissional, sem a necessidade de equipamentos mais pesados e complexos.

A clareza do áudio com microfones de lapela

Ao criar vídeos de apresentação ou tours virtuais, o áudio desempenha um papel crucial. Microfones de lapela capturam a voz com clareza cristalina, eliminando ruídos de fundo e permitindo que o espectador se concentre totalmente no que está sendo apresentado.

Softboxes: Iluminação que faz a diferença

Uma boa iluminação pode transformar uma foto ou vídeo. Softboxes garantem uma luz uniforme e suave, realçando os melhores aspectos do imóvel e eliminando sombras indesejáveis.

Gimballs para estabilidade

Nada compromete mais um vídeo do que imagens instáveis. Gimballs garantem que as filmagens sejam suaves e estáveis, proporcionando uma experiência visual agradável e profissional.

Drones: Uma perspectiva única

Drones permitem capturar tomadas aéreas espetaculares, oferecendo uma visão panorâmica da propriedade e de suas redondezas. Isso oferece ao potencial comprador uma compreensão única do local, agregando um valor imenso à apresentação.

Conclusão

No mercado imobiliário competitivo de hoje, destacar-se é essencial. E uma das formas mais eficazes de se destacar é através da qualidade visual. Equipamentos de ponta, quando usados corretamente, podem elevar a apresentação de um imóvel a novos patamares, encantando potenciais compradores e reforçando a seriedade e o comprometimento da imobiliária ou corretor com a excelência.

Criativos Impactantes para anúncios de imóveis: Desvendando o segredo para o engajamento ideal

No universo competitivo dos anúncios de imóveis, o formato e a qualidade dos criativos são os maiores aliados de corretores e imobiliárias. A seguir, descubra táticas poderosas para deixar sua publicidade imobiliária ainda mais impactante:

Aposte nos vídeos

Anúncios em vídeo têm o poder de cativar, gerar curiosidade e manter a atenção do usuário.

Dica de uso: Crie um vídeo exploratório do imóvel com uma trilha sonora cativante, usando iPhone e Gimball para capturar imagens suaves e profissionais. E esqueça das descrições comuns. Em vez de “Sala espaçosa”, utilize gatilhos emocionais como “O refúgio perfeito para noites de cinema em família” ou “Varanda gourmet, o local ideal para aqueles churrascos inesquecíveis”.

Não Subestime os anúncios em carrossel

Este formato amplia as possibilidades de apresentação do imóvel ao permitir múltiplas imagens.

Dica: Priorize a qualidade e sequência das imagens. A primeira foto precisa capturar a essência do imóvel e cada imagem subsequente deve reforçar a decisão do usuário de continuar explorando o anúncio.

Experiência instantânea

Recrie o sentimento de uma visita presencial, oferecendo ao usuário uma experiência completa e imersiva sem sair do Facebook.

Facilidade na criação com aplicativos

Utilize aplicativos como VideoLeap para editar e aprimorar seus vídeos, ou inspire-se nos criativos dinâmicos dos Reels para criar anúncios trendy.

Clareza e objetividade sempre!

Conecte-se diretamente com sua persona. Seja transparente, por vezes mencionando até mesmo o preço do imóvel. Garanta que seu criativo seja legível e use imagens de alta qualidade. O foco é atrair os verdadeiros interessados, filtrando os apenas curiosos, para obter conversões mais qualificadas.

A Magia dos anúncios dinâmicos

Em um mundo digital onde a personalização é a chave, os anúncios dinâmicos se destacam por sua capacidade de apresentar ofertas específicas baseadas no comportamento individual dos usuários.

Como funciona: Utilizando um feed XML, esses anúncios coletam informações sobre os imóveis navegados pelos usuários no site da imobiliária. Se alguém visitou a página de um apartamento específico, mas não entrou em contato ou preencheu um formulário, o sistema reconhece essa ação e, posteriormente, exibe anúncios desse mesmo imóvel para o usuário em plataformas como o MetaAds.

Por que é valioso: Esse tipo de anúncio atua diretamente na recuperação de potenciais clientes, lembrando-os de sua recente interação e incentivando uma nova visita ou ação. É uma estratégia potente, especialmente para remarketing dinâmico, pois se adapta às preferências e comportamentos individuais, tornando a comunicação muito mais assertiva e relevante.

Conclusão

No mercado imobiliário, o sucesso de um anúncio está diretamente ligado à qualidade e estratégia dos criativos. Invista tempo e recursos para garantir que cada publicação seja uma porta de entrada cativante para potenciais compradores.