Opa, tudo bem?

Uma das dúvidas mais recorrentes dos meus alunos é a respeito da organização dos Negócios, Contas de Anúncios e Pixels dentro da sua BM (Business Manager).

A BM é a área de negócios do Facebook Ads. É o local onde você terá suas contas de anúncios, públicos, pixels, formas de pagamento, etc.

Ele engloba tudo em um lugar só, permitindo assim maior organização da sua estrutura.

Manter sua estrutura de negócios organizada vai te ajudar muito no dia a dia trabalhando com Facebook Ads e em alguns casos inclusive, vai te ajudar a evitar erros que podem prejudicar seus resultados.

Vamos lá?

Organizando Negócios

A melhor forma de explicar todo este processo de organização é através de exemplos hipotéticos, pois acredito que desta forma a compreensão seja bem melhor.

Os negócios devem ser usados com certa prudência e eu explico os motivos.

Lembremos que a estrutura funciona assim, na ordem abaixo:

  • Perfil Pessoal
  • Negócio (Criado na business.facebook.com)
  • Contas de anúncios
  • Campanhas
  • Conjuntos
  • Anúncios

Você não tem um número grande de negócios disponível para criar. Inicialmente, o Facebook te libera 2 negócios e com o passo do tempo e uso desses negócios, ele libera mais, como meu exemplo na imagem no início do post.

Por você não ter tantos negócios disponíveis, o ideal é que você concentre sua estrutura em um negócio só e deixe o segundo negócio como backup para ser usado caso tenha bloqueio no primeiro negócio.

Como no negócio você concentra diversos recursos do Facebook como Contas de Anúncios, Catálogos, Pixels, etc, use apenas caso seja de extrema necessidade.

Eu vou dar o meu próprio exemplo para fortificar este entendimento. Eu possuo uma empresa chamada Rocket Digital.

Nesse negócio eu possuo 2 produtos, que é o Rocketwp (meu curso de Criação de Sites) e o RocketAds (que é meu curso de Facebook Ads).

Muitos usuários acreditam que o ideal seria eu criar um negócio para o Rocketwp e outro negócio para o RocketAds, mas isso não é necessário e nem indicado.

Eu possuo um negócio só para esses produtos. O negócio chama-se “Rocket Cursos Online” e dentro dele eu faço a organizacão que acho perfeita.

Como dentro do negócio é possível integrar pixels e públicos a contas de anúncios, eu faço minha organização usando as contas de anúncios.

O Facebook Ads libera apenas uma conta de anúncios e ao pagar um anúncio nessa conta, ele libera mais 4 contas. Se você repetir o processo nessas 4 contas, ou seja, pagar ao Facebook um anúncio em cada uma delas, ele libera mais contas.

Como a criação de contas de anúncios é, em tese, mais fácil e temos mais opções, o ideal é usar as contas de anúncios para organizar seus produtos, infoprodutos ou serviços.

Desta forma, eu possuo 6 contas de anúncios criadas, onde a primeira delas é a que chamo de “Cabeça de polvo”, onde tenho públicos e pixels e compartilho eles com as demais contas.

E a partir daí, tenho uma conta de anúncios para o RocketAds e uma conta de anúncios para o Rocketwp.

Para cada uma dessas contas eu tenho compartilhado pixels e públicos que estão na conta “Conta 1 – CPV”.

Ah, e claro, nessa conta eu não veiculo anúncios para protegê-la de blocks.

Mas isso não é uma regra, ok? Você pode ter por exemplo 5, 10, 15, enfim, pode ter vários produtos sendo veiculados em uma única conta de anúncios caso queira. Mas como você conseguiria organizar isso? Usando campanhas.

Você pode ter uma campanha para cada produto, caso queira organizar assim, mas não indico se der pra organizar cada produto em uma conta de anúncios (com exceção de e-commerce e explico a seguir).

E-commerce?

No caso de um e-commerce, não precisa criar uma conta de anúncios para cada produto ou categoria e nem é recomendado.

O ideal neste caso é concentrar os anúncios dos seus produtos em uma conta de anúncios só e dentro dessa conta de anúncios, montar sua estrutura de anúncios da forma que lhe convém.

Estrutura para afiliados

A estrutura de afiliados não foge muito à regra. Suponhamos que você tenha 2 produtos e seja afiliado de mais 3 produtos, totalizando 5 produtos.

Você pode usar uma conta de anúncios para cada produto (é minha estrutura preferida) ou distribuir esses produtos em 3 contas de anúncios, onde:

  1. Seu produto A em uma conta de anúncios
  2. Seu produto B em outra conta de anúncios
  3. Seus outros 3 produtos como afiliado na terceira conta de anúncios

Mas também poderia fazer assim:

  1. Seu produto A em uma conta de anúncios
  2. Seu produto B em outra conta de anúncios
  3. Seu produto de afiliado 1 em uma conta de anúncios
  4. Seu produto de afiliado 2 em outra conta de anúncios
  5. Seu produto de afiliado 3 em outra conta de anúncios

Viu só que isso é mais uma questão de organização com infinitas possibilidades?

ebook
Primeiras vendas com Facebook Ads

Mas e o pixel?

Ah, com o pixel o buraco é mais embaixo e requer uma atenção especial, pois uma ação feita da forma errada pode por tudo a perder.

Dúvidas sobre Pixel? Leia este artigo aqui.

Todas as vezes que você pensar em pixel, você vai relacionar isso a públicos e comportamentos.

Pixel, públicos e comportamentos. Essas 3 palavras devem andar juntas para uma plena compressão.

E compreendendo isso, fica fácil entender quando você deve criar um ou mais pixels.

Vamos supor que você tenha 2 produtos muito semelhantes, ou seja, o público deles é bem semelhante.

Exemplo: 1 Curso e Emagrecimento e um eBook de Emagrecimento.

Desta forma, você pode ter apenas 1 pixel para esses dois produtos.

Não é necessário criar um pixel para cada. E aliás, eu nem recomendo, pois dessa forma você pulverizaria o aprendizado do pixel e em alguns casos, pulverizaria o orçamento total já que você só pode configurar um pixel por conjunto, né?

Porém, suponhamos agora que você tem 2 produtos muito diferentes, ou seja, públicos extremamente diferentes. 1 curso de Marketing Digital e 1 curso de Exercícios para mamães no pós parto.

Embora possa haver interseção, ou seja, ter mamães no pós parto que se interessem por Marketing Digital, são pontos de interesses muito difusos de acordo com a segmentação desejada e desta forma, o ideal é ter um pixel para cada produto.

Mas neste caso, ao usar 2 produtos no mesmo pixel, eles não vão compartilhar os mesmos eventos?

Depende! Os eventos padrões, sim, mas isso não é um problema.

Ainda que o evento “Purchase (compra)” receba status de ambos os produtos, como são públicos iguais não tem qualquer problema no quesito otimização.

Mas entenda que, em cada listagem de resultados, você poderá ver os resultados dos eventos separadamente na listagem de campanhas, conjuntos ou anúncios.

Além disso, será possível criar eventos individuais por produtos através das conversões personalizadas e desta forma poderá criar seus eventos de otimizações individuais por produto, caso queira.

Mas Felipe, e como organizar os pixels para e-commerce?

Neste caso, não é necessário criar um pixel para cada produto.

Pode (e deve) usar o mesmo pixel, pois são tantas categorias e produtos que pulverizar isso em muitos pixels iria fazer com que o orçamento também fosse muito pulverizado e certamente isso afetaria seus resultados em caso de orçamentos conservadores.

E ao anunciar para terceiros?

Se você presta serviços de anúncios para terceiros, eu sugiro você educar seu cliente a criar um negócio e te adicionar ao negócio criado. Crie uma vídeo aula ou tutorial ensinando ou tente instruí-lo a criar a BM e fazer as configurações iniciais e posteriormente te inserir como administrador de toda a BM.

Eu sempre me baseio pelo seguinte entendimento: Se é o seu cliente que vai pagar o Ads pelo cartão dele, use a BM dele e não a sua.

Também não use sua BM pedindo o cartão dele para configurar na sua conta.

Isso vai te ajudar bastante em caso de rompimento do contrato do serviço ou ao fim do contrato, pois o que você não vai querer é ex-cliente enfurecido dependendo de você para determinadas coisas no pós contrato ou ao finalizar o serviço.

Ok, Felipe. Mas ele vai ficar com os públicos criados, com os anúncios criados, pixel configurado entre outras inteligências feitas por mim? Sim! É o mais correto a se fazer e acredite, por mais que ele estude um pouco, o Facebook muda muito. Toda essa estrutura, toda essa inteligência e toda estratégia criada vai se tornar obsoleta e/ou ele precisará otimizar ou escalar o negócio que só seria possível com seu conhecimento.

Portanto, relaxe e deixe tudo para ele.

Agora, se realmente for interessante pra ti não deixar qualquer configuração na conta dele em caso de rompimento, deixe isso bem claro no contrato de prestação de serviços, ok?

E quando eu deveria usar minha estrutura para criar anúncios do meu cliente?

Sinceramente? Nunca! Não recomendo mesmo, pois em caso de rompimentos, isso lhe trará muito trabalho e talvez até muita dor de cabeça.

Conclusão

A organização correta vai te ajudar e muito a ter mais performance de trabalho, mas não terá tanta relação no que diz respeito a resultados (com exceção da estrutura de campanhas, conjuntos e anúncios, que é outro assunto que falarei outro dia) Não confunda estrutura de negócios com estrutura de campanhas.

Tecnicamente, não vai interferir, com exceção do pixel, que se mal configurado sem levar em consideração os pontos levantados aqui, poderá lhe trazer problemas com performance.

Um abraço e até a próxima.